Fez

Palacio real

Fez ou Fes é considerada uma das cidades mais antigas do Marrocos, além de abrigar a universidade mais ancestral do mundo. Fez é muito conhecida por conter grande parte do capital espiritual e cultural do país.

Fez já foi a capital do Marrocos até que os franceses realocaram a capital para Rabat em 1912. Mas Fez as continua sendo um lugar importante para a cultura e história do Marrocos. E esta foi uma das minhas cidades favoritas que visitamos durante nossa road trip de 10 dias pelo país. É fácil entender por que Fez é chamado de coração espiritual de Marrocos. O tempo parece ter parado em grandes partes desta cidade, em nenhum outro lugar você encontrará uma ligação tão forte com o passado do reino. Ao entrar por alguns dos seus portões, parece que você está entrando em um mundo diferente. Já na entrada da cidade você é recebido por um dos ícones da cidade, um portão enorme de azulejos azuis e verdes que te levam direto à Medina. Fes é conhecida como a cidade dos 1.000 portões, cada um mais grandioso que o outro.

Em Fez, os souks são uma infindável fonte de despertar dos sentidos. A zona dos curtumes é mítica e uma visita obrigatória! Você pode descobrir os labirintos de Fès el-Bali – a medina principal e Fès el-Jedid – onde você encontrará o palácio real e o antigo bairro judeu.

Medina de Fez (Fez El Bali)

Declarada Patrimônio Mundial pela Unesco, a Medina de Fez, abriga mais de 30 mesquitas e a universidade mais antiga do mundo em funcionamento, a Universidade al Quaraouiyine. Você se sente verdadeiramente na época medieval. Percorrer as mais de 9 mil ruas é tarefa para quem conhece, não recomendo fazer esse passeio sem um guia experiente.

Palácio Real de Fez

O Palácio Real é um dos principais monumentos da cidade, e apesar de não ser possível vista-lo por dentro, é um ponto imperdível para admirar a exuberante arte marroquina presente em sua arquitetura.

Bab Boujloud

O imponente portão azul, é um dos principais cartões postais da cidade, conhecido por ser a principal entrada para medina (Fez El Bali), ele acaba a separando a cidade nova.

Curtume de Chouwara

 O Curtume de Chouwara foi fundado no século XI e é uma tradição milenar preservada até hoje. O couro de animais como cabra, camelo, ovelha e vaca é tratado de forma natural para fabricar bolsas, casacos, sapatos etc principalmente para a Europa. Um costume que perpetua há mais de 1000 anos.