Meknes

Situada no norte do país, Meknes é uma das quatro cidades imperiais do Marrocos. No entanto, recebe menos visitantes do que as cidades icônicas de Fez e Marrakesh. Meknes é dona de uma beleza arquitetônica singular bem preservada e também é Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Foi fundada no século 10 e em 1672 o sultão Moulay Ismail, conhecido por sua crueldade, declarou Meknès a capital do Marrocos.

A cidade é rodeada por uma enorme muralha de 40km e foi construída há mais de 350 anos. O cartão postal da cidade é o Bab Mansour, um portão imenso que fica de frente para a praça principal da medina, a Place Hedim.

Além das muralhas da medina e a bela arquitetura mourisca, os visitantes podem visitar ruínas e museus que aludem à fundação do século 11 da cidade, enquanto as atrações modernas incluem riads autênticos e uma excelente cena culinária.

Meknès fica a apenas 30km das ruínas romanas de Volubilis e 70km de Fes, o que torna tudo ainda mais interessante e fácil de fazer uma visita de uma dia.

Pontos de interesse:

O mausoléu de Moulay Ismail é um oásis de calma localizado no centro da cidade velha e é um dos poucos locais sagrados marroquinos abertos a não-muçulmanos. O interior é uma coleção de pátios elaboradamente decorados que levam ao santuário onde o sultão está enterrado. Embora os não-muçulmanos não possam entrar na tumba, ela é visível da ante-sala com seu belo gesso esculpido, madeira esmaltada e mosaicos zellij . A entrada é gratuita, embora as doações sejam apreciadas.

BAB MANSOUR: É o maior e mais bonito portão de Meknès, ouso dizer do Marrocos todo. Bab significa “porta” em árabe. Ele fica de frente para a Place Hedim e fui construído no começo do século 18.

PLACE HEDIM: É a praça principal da cidade onde estão comidas de rua, apresentações e pequenos expositores.

REAL CAMPO DE GOLFE DE MEKNÈS: Além de ser um campo de golfe, os jardins são muito bem preservados e abriram ao público apenas em 2007. Há um café com terraço e vista para o campo.

MEDERSA BOU INANIA: Um escola do alcorão toda decorada de azulejos. Tão bonita quanto a de Fes ou Marrakech.

MUSEU DAR JAMAI: Museu de Artes Marroquinas com artefatos da história do alcorão. Ele fica atrás da Place Hedim.

AL MASJID AL ADAM: A maior e mais antiga mesquita da cidade. Não é permitida a entrada de não-muçulmanos.

Ao norte de Meknes ficam as ruínas de Volubilis . Um dos locais antigos mais bem preservados de Marrocos, a cidade já foi a capital do reino da Mauretânia e, mais tarde, o posto mais ao sul do Império Romano. As ruínas escavadas que podem ser exploradas hoje incluem um arco do triunfo, um fórum romano completo com suas colunas originais e uma série de casas particulares com impressionantes pisos de mosaico. As ruínas estão abertas diariamente do nascer ao pôr do sol e a entrada custa 20 dirham.